segunda-feira, fevereiro 18, 2008

Destinatário: Princesa

Querida Princesa,

Leio-te com alegria e inspiração.

Acredito que para uma princesa que se prepara para ser rainha, caminhar pelo reino a passo largo, sabendo de que cor são as flores por onde passa,é importante. Mas o mais importante, agora, é saboreares o ser princesa, porque o ser rainha é para amanhã, por isso, podemos até dizer que não existe. Daí que podes dar-te ao luxo de dar passos pequenos e mais lentos que o costume. E, não sabendo a cor das flores por onde passas, podes sempre parar para as olhar todos os dias. Como uma experiência nova.

Acredito que deixar outra princesa para trás, especialmente uma que nos entende e nos aceita, é doloroso. Mas esse é o papel das princesas. Caminharem no seu próprio reino,mesmo sabendo que uma parte do seu coração já lá não habita. E acredito, também, que o pedaço de coração que deixaste para trás, será sempre muito acarinhado e bem cuidado.

Claro que o teu reino está igual, afinal foste tu que foste transformada. Por isso é que os teus olhos estão preparados para ver diferente,e com o tempo, as mudanças que poderás fazer serão benéficas para todos, desde que te lembres que têm de ser, sobretudo, benéficas para ti. Sei que aprendeste a não tirar os peixes do rio, pensando que os estavas a salvar. :)

Nas histórias, os herois saem sempre do seu reino, e seguem um percurso duro e solitário, onde encontram amigos (no teu caso, outras princesas), desafios e muitas batalhas. Um dia, terão de enfrentar o dragão e finalmente estão prontos a regressar a casa. Só que quando voltam, estão transformados, tornaram-se de facto, em herois e aquilo que trazem para o reino são riquezas inesgotáveis.

Fazes bem em não esquecer nenhum momento, desde que não sofras com isso,pelo menos, não em demasia. Talvez tenha sido a tua batalha com o dragão, porque as princesas, ao contrário do que os príncipes pensam, também têm batalhas bem duras. E agora vais recuperando dessa batalha,porque ela deixa marcas no corpo e no espírito. Mas são marcas que só tendem a enriquecer e fortalecer, aqueles que têm o coração puro.

Não te preocupes com as frases e os olhares, porque como tu bem dizes, a cada dia sentes-te mais tu e sabes bem quem és. Algumas pessoas preocupem-se contigo, só que ainda não sabem que as batalhas com os dragões nos deixam mais fortes.

Para além disso, as princesas sabem bem que terão sempre gente que as ama e as aceita como são, e gente que sofre de falta de amor próprio, e por isso tenta arrancar o amor aos outros,para ver se fica com alguma coisa.

Também sinto a tua falta, as nossas aventuras costumavam ser, no mínimo intensas. Mas como és uma princesa, encontras com facilidade a coruja que habita em ti mesma.

Continua a escrever, gosto de saber de ti. Felicidades, aí no reino.

Coruja.

5 comentários:

Joana disse...

Boa resposta! :) Ouvi tudo aqui debaixo do galho!

Lita disse...

:)

Olavo disse...

É bom a pessoa ausentar-se da blogosfera e reencontra-la melhor do que nunca, com blogs/pessoas a interagirem, a cruzarem mensagens, a fazerem com que os "leitores/seguidores" saltem de blog para blog em busca de mais um pedacinho.
Depois de quase três meses de intermitencia, acho que voltei numa boa altura. Bom fim de semana, para todas as corujas e princesas do reino da blogosfera.

Mia Olivença disse...

A princesa desse reino rem sorte em poder ser aconselhada por uma rainha da escrita...

Parabens.

Sandra disse...

Interessante carta, bons conselhos!! Há muitas princesas por ai que bem precisam deles!!