sábado, janeiro 31, 2009

City of Angels

Parece que ao fim de semana tenho sempre necessidade de vos dar música...;)
A verdade é que desperto mais silenciosa, e com vontade de partilhar algo mais do que palavras.

Esta música fabulosa foi banda sonora de um filme cujo actor principal é um dos meus irresistíveis. Deixo-a aqui.





Um excelente dia!

O Tao do Pooh

"- Quando acordas de manha, Pooh,- disse finalmente o Leitão - qual é a primeira coisa que dizes a ti próprio?
- O que é o pequeno-almoço?- disse o Pooh. - O que é que tu dizes Leitão?
- Eu digo, o que é que será que vai acontecer de excitante hoje?
O Pooh fez que sim com a cabeça, pensativamente.
- É a mesma coisa- disse ele."

Já tinha postado uma vez sobre o Tao do pooh, de Benjamin Hoff. No outro dia, caiu-me nas mãos, uma vez mais. É um livro tão simples, tão fantástico e divertido e com uma sabedoria tal... que aconselho a todos!
Um abraço e bom fim de semana!!!!

sexta-feira, janeiro 30, 2009

E levaram-me à bruxa!!!!!!

E não é que dei por mim numa feira esotérica, à porta de uma taróloga, com dinheiro nas mãos e duas questões para fazer?????? :D

LOOOOOOOL

Isto só a mim! Eu sei que não há coincidências mas.... tinha de ser assim, já, de repente?????
Não foi fácil.... lol!

PS. Não, não vos vou contar o que perguntei... e muito menos o que me responderam... ;)

Aiiiii....

As coleguinhas dizem que é uma prenda supresa...
... vão levar-me para qualquer lado, recusam-se a dizer onde é e fazem os comentários mais estranhos...
Estou a ficar com medo.... ;)

Splendor in the grass

Em menina, eu tive uma verdadeira pancada por este filme...
Das memórias, ficou-me o poema, que é muito, mas muiiiito maior do que isto....

What though the radiance which was once so bright
Be now for ever taken from my sight,
Though nothing can bring back the hour
Of splendor in the grass, of glory in the flower
We will grieve not, rather find
Strength in what remains behind;
William Wordsworth
Bonito, não é?

Amigo Tarzan....




Desculpa.... :(

Parabéns atrasados!!!!!!

Prometo compensar... para o ano, Dublin?

quinta-feira, janeiro 29, 2009

O melhor de ti

Gosto da luz.
Não falo do sol, pois a noite também tem a sua luz especial. Falo de luz, pura e simplesmente luz. O meu carro, há uns dias, avariou e só ligava os mínimos. Como sou a mulher dos "sinais escondidos", questionei-me de imediato: onde está a luz a faltar? O que é que não estou a ver com luz?

E durante alguns dias, não entendi a mensagem, embora esta me sussurrasse aos ouvidos todas as noites. Tive oportunidade de ligar os máximos, hoje. :)

Gosto de ver o melhor dos outros. Não de o inventar, mas de o descobrir. Pura e simplesmente, não acredito em pessoas más. Ingénua? Pode ser, mas a verdade é que, mal ou bem, vou descobrindo luz...

Tirando o ex-namorado psicótico que me tentou espetar um garfo no braço, porque eu não quis continuar uma relação que não me fazia feliz, não tenho histórias com crápulas, não odeio pessoas, não corto relações violentamente. E por mais que digam, na altura, que estou maluca, acabo por descobrir que uma parte de mim estava certa. Ingénua? Mais uma vez, pode ser...

Isto só para dizer que procuro o melhor do outro, e que se vejo a sombra, mais tarde ou mais cedo, encaro-a como uma parte da luz. Que o medo, para mim, é apenas ausência de amor. E quando eu amo, homem, mulher, animal, situações, instantes mágicos, a vida em si, eu vejo luz!

Esta manhã respirei e decidi que ia ver luz. E vi!
E é por isso que me sinto em paz...

Íris

Esta linda menina - e acreditem, ela é mesmo deslumbrante - foi minha professora de dança do ventre. Ela é uma dançarina fenomenal, dá aulas em vários locais e, por vezes, faz estes espectáculos que nos deixam mergulhados na magia da sua dança... ao som de Lorena Mckennit... enjoy!

Ok... agora temos de ter uma conversa!!!

Senhores que vão ao google!
Então é assim...

Eu estou-me perfeitamente marimbando que venham a este blog procurar a Alize Cornet nua, vestida, adançar o tango,a fazer sexo ou seja lá o que for. Não vão encontrar nada e, honestamente, é para o lado que durmo melhor.

Agora...
lita blogspot - tudo bem, eu tenho um blog e nem me importo que me procurem... :)
lita e kaila praia de faro - também não é novidade para ninguém que passámos a adolescência na praia de Faro, e vivemos peripécias muito maradas... mas duvido que estejam na net.. para além deste local, claro.
lita olhao - nasci lá, mas... nop. Não é lá que estão as minhas raízes, também mem vale a pena ir por ai.

lita despida - ?????? DESCULPE? Como? Não me parece... really!!!!! Esta Lita não... aqui, palavrinhas e pouco mais!!! PERCEBIDO?

Um muito obrigada!

LOOOOL - olha que ainda me conseguem surpreender.... ;)

E mais um... :)


Obrigada, querida Estrela Cadente! Obrigada muito! Tanto mimo num só dia, meu deus!!!! Mesmo para me sentir grata...
Lista de blogues, é vosso! Sabem disso!

Prémio



Nelson, um muito obrigada! És um querido!

Ainda fico surpresa com a quantidade de mimos que recebo por aqui!!!!

E como já vem fazendo parte da minha tradição... eu adoro dar... por favor, lista de blogues, venham buscar o vosso prémio!!!!

quarta-feira, janeiro 28, 2009

Eu não resisto!!!!

LOOOOL
Eu sei que vocês já me avisaram sobre os tarados e os dementes e os sabe deus o quê que aparecem por aqui. Mas eu não resisto. Não consigo, não consigo!!!!!

Porque a busca intensifica-se e torna-se a cada dia mais específica... eles não desistem. E eis que vieram cá ter com...


fotos alize cornet sex
LOOOOOOL!!!!!!
Ok, saiu o nua e colocaram o sex. Se calhar podem ser mais específicos. Com ou sem lingerie? De que cor? Que tipo de sexo especificamente?
Aqui, vão continuar a não encontrar nada, mas a malta continua a divertir-se!!!!

Vamos dançar um bocadinho?

É uma oldie!
Mas hoje é daqueles dias em que eu apanhava de bom grado uma bela piela, ria como uma desvairada e depois dançava e saltava que nem uma ganda maluca!!!!!
E é por isso que vou postar isto. Porque me faz bem!!!!





PS: Poeta, Kayla... muiiiiiiiito obrigado! Convosco, para além de me ter rido bastante,senti-me muito mais forte!!!!!

Quebrar

Liguei-lhe. Precisava de o fazer, talvez porque, pela primeira vez, senti a dor dele com toda a profundidade. Já não mentalmente, já não intelectualmente, mas com todo o meu ser. E se assim fosse, se fosse aquilo que ele sentiu, eu queria dizer-lhe que sim, que eu sabia.

Ficou feliz por ser eu, mas as defesas próprias de quem não permite ninguém entrar barraram a segunda frase. E, estranhamente, ou por conhecer uma parte do inferno dele, desta vez fui eu que não teve medo.

- Deixa de ser parvo, sabes perfeitamente o quanto eu gosto de ti! - a frase saiu com alguma fúria, ou não andasse eu meia descontrolada nos últimos dias, mas a verdade é que o silêncio se abateu do outro lado.
- Não sei se gostas.
- Sabes sim. Sabes que gosto. Ou não estaria aqui a ligar-te.

Outro silêncio.
- Sim, és capaz de gostar.

E perguntei-lhe: estás bem, gostas do teu presente, és feliz com a tua namorada, procuras o teu melhor? E mal ou bem, ouvia-o responder, enquanto a surpresa me envolvia. Tinha-o quebrado!!!!

E falámos. Da vida, do tempo, das canções que cantávamos quando tínhamos 10 anos e ele era o meu primeiro namorado. Perguntou-me por ela. Disse-lhe que estava bem. E que era tudo o que lhe podia dizer.

Despedimo-nos a rir. Afinal não lhe disse que tinha conhecido a dor dele. Porque não foi necessário. Quebrei-o. Quebrei-lhe as barreiras. Foram necessários 24 anos e, mais uma vez, uma situação limite. Mas pela primeira vez, ele estava ali!

Circum-ambulação

Circum-ambulação significa não somente um movimento circular, mas também a marcação de uma área sagrada em torno de um ponto central.

Para Jung, a mandala é a representação perfeita disto. Para termos a totalidade da experiência do ponto (o self, a matriz) há de conhecer todos os aspectos do circulo, as suas perspectivas, os vários caminhos para chegar ao centro. Podemos fazê-lo de várias maneiras e em várias direcções, em todas as situações da vida. A este movimento, em todas e várias direcções, mas sempre em volta do ponto, ele chamou-lhe Circum-ambulação.

E é o que eu preciso de fazer agora....

terça-feira, janeiro 27, 2009

Seres de luz

Se houve algo em que a vida sempre foi generosa comigo, foi nos seres de luz que me foi trazendo. Conheço tantos, com luzes tão brilhantes, que a minha vida é preciosa, só por isso. Há sempre uma situação de intensidade, quando pessoas da mesma matéria se encontram.

Conheci a minha irmã de luz, Dinamene, na Faculdade. Fomos juntas no comboio e os nossos olhos fugiam uma para a outra sem controlo, ao ponto de nos termos começado a rir com isso. Tínhamos de escolher elementos para um trabalho de grupo e acabámos por ficar juntas. Nessa noite, entre tostas com manteiga de amendoim e chávenas de café forte, contámos a nossa vida uma à outra.

E dizer que foi o começo de uma eterna amizade, seria redundante. Foi um reencontro. A partir daí, não nos largávamos. Andávamos juntas para todo o lado, fazíamos as maiores loucuras...

Aquilo que eu notava era que o efeito Lita/Dinamene era tão intenso, que o meio termo pura e simplesmente não existia. Ou íamos aos píncaros da loucura,ou descíamos aos infernos vertiginosamente.

Um dia a Dinamene teve de ir embora. O caminho dela já não estava ali e ela sentia-o. Também o senti. Foi com dor partiu, estava desfeita. E eu morri de saudades.

Ela partiu no mundo e,por vezes, chegava uma carta. Cheia de desenhos, cores e palavras que me traziam o aroma e a luz daquela pessoa, mais minha do que qualquer outra. Quando sabia onde ela estava, escrevia, telefonava... às vezes não sabia e sonhava para ela o melhor.

Quando se reencontrou, a minha amiga acalmou... voltou a estudar, teve uma filha, minha afilhada de luz, e encontrou a sua paz. Desde aí, sabemos onde cada uma está. Por vezes há uma mensagem. Um mail... leio o blog dela, apesar dela não saber, até há pouco, que tenho este. Mas a ligação que temos está para além de tudo.

Hoje, como fiz anos, colocou um post para mim... e, fez-me sorrir profundamente, pois não sabendo nada do que vivo actualmente, intuiu-o perfeitamente...

"Se"
Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na luta por um bem definitivo
Em que as coisas de amor se eternizassem.
Sophia de Mello Breyner Andresen
Dinamene, minha irmã, sem dúvida te agradeço a lembrança... mas as palavras... essas trouxeste-as do céu, só para mim!!!! Com todo o meu amor!!!!
PS: Entretanto, e porque já não fazia sentido, mudei a frase do meu perfil... hoje é esta!!! :)

Anjo...

Sonhei com um anjo...
Envolveu-me nas suas asas enormes, segredou-me que a eternidade é nossa e transmitiu-me paz, durante todo o tempo em que esteve a meu lado.

Quando acordei ainda o sabia comigo, mas senti-me só!

Mas foi a melhor prenda de aniversário que o universo podia ter sonhado para mim...

Aniversário

Pois é!
Mais um aninho em cima!!!!
E nestes dias torno-me praticamente uma criança mimada!!!! :)
Obrigada pela vossa presença diária na blogosfera, pelos comentários, pelos blogs fantásticos onde tenho passado tantas horas...
O meu dia não seria o mesmo sem qualquer um de vós! Querem celebrar comigo? :)
PS: mais uma vez, peço desculpa pela falta de tempo que o meu caos pessoal me tem criado! Prometo regressar e dar aos vossos espaços a atenção que merece!!!!

segunda-feira, janeiro 26, 2009

Territorialismo

Cheguei a casa e, na sequência de um estranho dia, a minha filha lembra-se de ir buscar uma caixa com um anel e pede ao pai que brinque com ela e a peça em casamento.

Ele aceita a brincadeira e, quando lhe coloca o anel no dedo ela sorri, senta-se no colo dele e, de seguida, lança-me "aquele olhar", apontando o dedo e pergunta com uma voz zangada:

-Quem é aquela????

Esta cena deve ser inata!!!!!!

Hoje...

...é o último dia em que terei 33 anos.
Alguém me disse, dois dias depos de os ter feito, que seria um ano e tanto... de facto, não me posso queixar de surpresas!!!! Não foi um ano fácil, de todo!
Mas foi, sem dúvida, um ano em que descobri forças que não sabia que tinha, em que realizei alguns dos meus mais secretos e belos sonhos. Um ano de desapego, de investimento,de baixar as armas, de aceitar que nem tudo pode ser controlado...
E porque é que eu estou a dizer isto? Porque, ao que parece, o Universo continua a achar que eu ainda tenho bagagem....

domingo, janeiro 25, 2009

Equívocos

Foi provavelmente no segundo ano em que ela veio passar férias comigo. Teríamos uns 13, 14 anos. Estávamos na casa da minha tia que, às 7 da manhã, nos veio acordar com um ar muito, muito sério.

- Kayla, é a tua mãe ao telefone. - disse.

Eu e ela olhámos uma para a outra. O que teria acontecido para ligar tão cedo?

A Kayla levantou-se e foi ao telefone. Esta foi a conversa que eu ouvi.
- Não consigo ouvir bem... está muito ruido! O quê?
- ...
- Não fui dormir a casa? Mas... eu vim de férias, mãe!
- ...
- Não avisei? Oh, mãe! Então a Lita foi-me aí buscar.
- ...
- Mas... com quem quer falar?
- ...
- Sim, sou a Kayla. Mas quem fala?
- ...
- Pois, eu sou outra Kayla. E estou de férias, mas avisei a minha mãe. Bom dia!

Claro que quando ela voltou para o quarto eu já chorava de rir. E durou umas tantas horas até conseguirmos parar!!!! Como é que se confunde uma mãe??????? LOOOOL

Bom dia!

Por aqui, parece que nos esquecemos do que é dormir uma noite completa...



sábado, janeiro 24, 2009

Qual é a probabilidade disto acontecer??????

Eu - Kayla, preciso de me digas para NÃO fazer isto e que me dês pelo menos 3 razões!
Kayla - Ok...
...
...
Eu - Kayla?
Kayla - Lita? LITA?

Largo o MSN e ligo-lhe.
Eu - Não recebi nada.
Kayla -tu não vais acreditar.... eu escrevi as três razões e no momento em que ia dar o enter o elástico salta-me do cabelo e caí em cima do teclado, carregando no delete e apagando tudo.

???? No coments...

Antídotos musicais...

E continuamos na onda musical...
Digam lá se não apetece esquecer tudo e dançar como se não houvesse amanhã?????






I saw fireworks from the freeway
And behind closed eyes I cannot make them go away
'Cause you were born on the fourth of july, freedom ring
Now something on the surface it stings
I said something on the surface
Well it kind of makes me nervous
Who says that you deserve this
And what kind of god would serve this?
We will cure this dirty old disease
If you've got the poison I've got the remedy

The remedy is the experience.
This is a dangerous liaison
I say the comedy is that it's serious.
This is a strange enough new play on words
I say the tragedy is how you're gonna spend
The rest of your nights with the light on
So shine the light on all of your friends
When it all amounts to nothing in the end.

I won't worry my life away.
I won't worry my life away.

I heard two men talking on the radio
In a cross fire kind of reality show
Uncovering the ways to plan the next big attack
They were counting down the ways to stab
The brother in the be right back after this
The unavoidable kiss, where the minty fresh
Death breath is sure to outlast this catastrophy
Dance with me, because if you've got the poison,
I've got the remedy

The remedy is the experience.
This is a dangerous liaison
I say the comedy is that it's serious.
This is a strange enough new play on words
I say the tragedy is how you're gonna spend
The rest of your nights with the light on
So shine the light on all of your friends
When it all amounts to nothing in the end.

I won't worry my life away.
I won't worry my life away.

When I fall in love I take my time
There's no need to hurry when I'm making up my mind
You can turn off the sun but I'm still gonna shine and I'll tell you why

Because

The remedy is the experience.
This is a dangerous liaison
I say the comedy is that it's serious.
This is a strange enough new play on words
I say the tragedy is how you're gonna spend
The rest of your nights with the light on
So shine the light on all of your friends
When it all amounts to nothing in the end.

I won't worry my life away.
I won't worry my life away.
I won't and I won't and I won't

Your song

Lembro-me de ter adorado este filme, god knows why. Quem comigo foi diz que as minhas gargalhadas ecoavam pela sala de cinema (sorry, people!) porque eu fiquei extasiada com a escolha das músicas!!!!

Quando chegou a esta, fiquei muito próxima das lágrimas... ou terei mesmo chorado? Não me recordo. De qualquer maneira, andei o dia todo "presa" aqui. Tive de ir à procura.




Bom fim de semana!!!...

Nota: a querida Fenix resolveu escrever a letra, num comentário... e eu achei que valia a pena colocá-la aqui. Por todas as razões...

It's a little bit funny this feeling inside
I'm not one of those who can easily hide
I don't have much money but boy if I did
I'd buy a big house where we both could live

If I was a sculptor, but then again, no
Or a man who makes potions in a travelling show
I know it's not much but it's the best I can do
My gift is my song and this one's for you

And you can tell everybody this is your song
It may be quite simple but now that it's done
I hope you don't mind
I hope you don't mind that I put down in words
How wonderful life is while you're in the world

I sat on the roof and kicked off the moss
Well a few of the verses well they've got me quite cross
But the sun's been quite kind while I wrote this song
It's for people like you that keep it turned on
So excuse me forgetting but these things I do
You see I've forgotten if they're green or they're blue
Anyway the thing is what I really mean
Yours are the sweetest eyes I've ever seen

sexta-feira, janeiro 23, 2009

Adenda à adenda ao post anterior


E chegaram as provas...
Este belo porquinho foi a nossa única companhia, para além dos gatos... claro!!!!
O bicho cantava e dançava, melhor que nós, ao que consta....
Olhem como a Neptuna tomou bem conta dele!!!!
:)

Adenda ao post anterior!

Os gatos eram mesmo gatos... não gajos! LOOOOL
Só para ficar esclarecido.

YYYYYYYYYYYYYEEEEEEEEEEEEEEEESSSSSSSSSS!

Finalmente, após 3 anos de uma amizade via msn, blog e 4 ou 5 cafés... ok, um deles foi uma noite mal dormida em minha casa, com vinho, gatos e muito riso à mistura, outro foi um passeio fantástico a Sintra (ou este foi a continuação do outro?... loool, já não me lembro) e os outros foram em Faro, ELA, vem para cá para o pé de mim!!!!

I'm SO happy!!!!!!

Prémio!



Esta aquariana ainda anda mais distraída do que o habitual!

Só hoje vi o mimo lindo da Miepeee. Obrigada!!!!
Ela não colocou regras, por isso, vou tomar a liberdade. E porque partilhar é das coisas que eu mais gosto de fazer... sirvam-se!!! :)
É vosso! Lista de leitura e seguidores... enjoy!

quinta-feira, janeiro 22, 2009

Lentidão...

O trabalho anda a apertar!
Ontem, estive podre de sono, de moleza, de instabilidade.
Quando não durmo o suficiente fico assim, estranha, quase não em mim. Recordo uma vez em que, após uma directa, um amigo meu me informou que, de tarde, iríamos fazer uma caminhada, em vez de regressar a casa! Desatei a chorar compulsivamente, enquanto o insultava e, a seguir, ria e pedia desculpas... nada bipolar, portanto!!!!

Apesar de cansada, com pouco ritmo, há uma coisa que me encanta nesses dias... o instinto, a forma como solto palavras e pensamentos que seriam, claramente, filtrados nos outros dias... a forma como sinto tão intensamente tudo. Se o véu do sono aparece, o véu dos filtros caem... e surjo eu, de uma forma muito mais despida, mas também mais real.... e instável! :)

Nesses dias surgem instantes mágicos, pessoas mágicas e eu própria me sinto um tanto ou quanto mágica. Será real? Desconfio que sim...

De qualquer modo, este post era só para dizer que ando apertada com trabalho. Que não tenho comentado os vossos posts como gostaria. Que não tenho escrito como gostaria. Mas que tentarei fazer ambas as coisas... dentro do possível.

Abraços!

quarta-feira, janeiro 21, 2009

No meio de nenhures 3

Hoje, o Centro parece-me menos frio, menos solitário, mais acolhedor. As pessoas surgem-me menos tristes, o tempo passa mais rapidamente.

Hoje, não dei conta da manhã se tornar tarde. Não me apercebi da fome, nem do silêncio.

O SONO controla todos os meus movimentos. Não sei se estive acordada o tempo todo. Sei que estou aqui... ainda.

Cúmplices

Já percebi que a Mafalda Veiga suscita muitas reacções de amor/ Ódio. A mim de amor...
Por isso, gostava de dedicar esta música aos malucos que me acompanharam até às 3 e meia da matina, ontem... porque a cumplicidade, por vezes, parece que sempre existiu...



A noite vem às vezes tão perdida
e quase nada parece bater certo
há qualquer coisa em nós inquieta e ferida
e tudo que era fundo fica perto

nem sempre o chão da alma é seguro
nem sempre o tempo cura qualquer dor
e o sabor a fim do mar que vem do escuro
é tantas vezes o que resta do calor

se eu fosse a tua pele
se tu fosses o meu caminho
se nenhum de nós se sentisse nunca sozinho

trocamos as palavras mais escondidas
que só a noite arranca sem doer
seremos cúmplices o resto da vida
ou talvez só até amanhecer

fica tão fácil entregar a alma
a quem nos traga um sopro do deserto
olhar onde a distância nunca acalma
esperando o que vier de peito aberto

se eu fosse a tua pele
se tu fosses o meu caminho
se nenhum de nós se sentisse nunca sozinho

Melhore a sua Saúde 6



Trate da sua higiene!

terça-feira, janeiro 20, 2009

Jantar...



Hoje.


Aqui.


Um bom serão! Beijinhos...

Ianita...

Eu sei que tu fizeste o post ainda há pouco!!!! Eu sei que estive lá a comentar... eu sei que me transportaste para um pedaço de passado ainda tão presente...
Eu sei que também QUIS ter isto aqui.




E queria dedicar-ta... porque me deste esse instante mágico, que eu pedi hoje!
Muitíssimo obrigada!
Bem hajas!

Melhore a sua Saúde 5



Não se culpe!!!

Obama

Porque todas as expectativas estão lá!
Porque em todo o lado ouço dizer que ele pode mudar o mundo. E talvez seja verdade, talvez o poder que lhe foi dado lhe dê a boa responsabilidade sobre aquilo que pode melhorar.

Mas na sequência do Yes, we can... vamos lembrar-nos de que nós também podemos. De que o pensar globalmente e agir localmente começa no nosso quintal. No sorriso que damos ao outro. Na oportunidade que lhe proporcionamos. Nas mudanças que podemos fazer na nossa vida, na vida daqueles a quem a nossa alma toca! Na forma como usamos o planeta em que habitamos.

Vamos ser todos presidentes do pequeno (ou imenso) poder que nos é dado e usar bem essa responsabilidade. Para que um homem não tenha o peso de todos os sonhos em cima... e se tentássemos carregar alguns e levá-los avante?

Imagine there's no heaven... :)

Ok, surgiu-me em pensamento, enquanto lia os vossos fabulosos posts, e resolvi partilhar!
Um abraço para todos!

Acordar...

Aqui a Princesa do lado, aquela que acreditava em contos de fadas, e começou a viver um, quando descobriu que para tal, precisa de acreditar, primeiro, nela própria... hoje deu-me um miminho especial!!!!

Ligou-me às 6h30 da matina!!!!!
(AH, pensavas que eu não contava? :) )

E quando eu lhe envio uma sms a perguntar "estás bem?", responde-me com um "lol! sorry, sorry...enganei-me...".
Oh, Princesa, a vida pela noite dentro mantêm-se, ???? Tenho saudades tuas! Eu tenho um excelente acordar e fizeste-me dar a primeira gargalhada do dia!
Há muito que não te dedicava um post, ?
Bom dia!!!!!

Bom dia!!!!!

segunda-feira, janeiro 19, 2009

E hoje...

... eu já ganhei o dia!!!!!!!!:D

...

Só olho para o céu
nas noites de lua despida
para atar os olhos nas estrelas
e ver melhor de lá a Terra e a vida.

A Terra dos braços dos teus rios.
A Terra dos olhos dos teus lagos.
A Terra do corpo do teu mar.

A Terra em que apetece ser crepúsculo
para adormecer e sonhar.

José Gomes Ferreira

Ah!!! Assim é mais específico!!!!

Ao escrever no google

alize cornet fotos nua

a coisa torna-se muito mais clara... ou não, uma vez que vieram cá parar outra vez!!!!

Lamentamos, este blog continua a não fazer ideia de quem seja... e assim pretende ficar!!!

Melhore a sua Saúde 4



Coma cereais!!!!

Faz hoje um ano...

Em que caminhaste na corda bamba.
O telefonema simples, vinhas tarde, nada de anormal... tão normal, que nem me incomodei a perguntar... onde, a que horas, porquê!

As horas a passar e, na minha habitual tranquilidade, a alegria forjada por ter mais uns minutos só para mim.
O segundo telefonema a perguntar-me se te poderia ir buscar... ao que reagi com brusquidão, devido às horas, ao tempo sem uma explicação, ao facto de achar que não podia pura e simplesmente sair de casa.

E o choque, ao perceber que tinhas estado entre a vida e a morte,e eu não tinha participado nisso porque me tentavas proteger!!!
Como te atreveste a tentar proteger-me disso?????

Perdoei-te no instante em que cheguei perto, te dei a mão.

Faz hoje um ano, em que saíste para poder não voltar a entrar!
E ainda me doí pensar nisso!

domingo, janeiro 18, 2009

Questão nonsense

Será que os nossos gatos reconhecem a pessoa da nossa vida????

Desafio

O Nelson resolveu desafiar-me, desta vez com uma coisa que eu ainda não tinha visto.

O desafio traduz-se na confissão dos nossos 7 Pecados Mortais tendo em conta a seguinte definição dos mesmos:

Gula: Comer a toda a hora e/ou além do necessário;
Avareza: Cobiça de bens materiais e/ou dinheiro;
Inveja: Desejar atributos, status, posses e/ou habilidades de outra pessoa;
Ira: É a junção dos sentimentos de raiva, rancor e ódio. Por vezes é incontrolável;
Soberba: Falta de humildade, alguém que se acha auto suficiente:
Luxúria: Apego aos prazeres carnais;
Preguiça: Aversão a qualquer trabalho ou esforço físico.


As regras do desafio, por sua vez, são as seguintes:
Revelar a nossa relação com os pecados capitais;
Nomear outros 8 blogues para responder ao desafio.


Para mim, pecar é sermos infieis a nós mesmos, não cumprir o destino que o nosso coração impõe. Estes pecados são mais regras, conselhos para o caminho do meio, para encontrarmos equilíbrio dentro de nós mesmos. Ainda assim, cá vai:

Gula: Gosto de comer. Não como muito porque o meu estomago é pequenino, mas gosto de uma bela refeição. Ah! E gosto muito de chocolate... preto e amargo!

Avareza: Regra geral, não. Sou um pouco insegura em relação ao plano material, mas cada vez menos. Gosto de acreditar na fluidez do universo!;)

Inveja: Definitivamente não!!!! Nunca. Não faz parte do meu feitio. Gosto da felicidade dos outros.

Ira: Muito! Tenho mau feitio. Torno-me agressiva com relativa facilidade, especialmente para as pessoas que amo. Não é bom, e trabalho isso o melhor que posso. Mas não me é de todo estranho!!!!

Soberba: Os outros acham-me arrogante. Pelo menos até me conhecer. Tenho uma postura altiva, é verdade, e demonstro uma confiança que, por vezes, não existe. Mas gosto de olhar o outro como um igual... agora que tenho a mania que sou auto-suficiente, pelo menos até perceber que não o sou... ;)

Luxúria: Definitivamente. E mais não digo. :)

Preguiça: Se estivermos a falar de tarefas domésticas, preguiça a 100%! De resto, nem tanto... ;)

Opá, e agora apetecia-me desafiar-vos a todos, mas confesso que tenho curiosidade em relação a alguns... :)
Por isso cá vai:
Neptuna - tu sabias que eu ia fazer isto, não sabias???? ;)
Ianita - e é porque vou adorar as tuas respostas...
Kaila - como se não viesse a calhar...
Sayuri - he, he!!!
Poeta_poente - he he!
Andy - porque és nova por aqui e queremos saber mais de ti...
Hélio - pelo divertimento dos últimos debate-comentários...
Metade da Laranja - porque quero mesmo saber!!!!

Claro que, se mais alguém tiver vontade de se confessar... eu vou adorar ler!!!!!
Beijos!

When a man...

Num espaço de 12 horas ouvi a mesma frase de 3 pessoas diferentes...
"É bom sermos bem tratados..."

Não existem coincidências e, claro está, a questão que emergiu foi qual a mensagem implícita para mim... no entanto, não é esse o objectivo deste post.
A minha amiga Sayuri e a minha amiga Kaila contagiaram-me com a onda romântica que parece andar por aí... e brindemos a ela!!! É para elas que deixo esta música, numa das versões mais espectaculares que conheço!!!!
E, para todos os que se sentirem apaixonados,é claro... ;)



Melhore a sua Saúde 3


Descanse bastante!!!!!

A tradição já não é o que era!

Pois que a festinha de aniversário da amiguinha da minha filhota transformou-se num dos eventos mais divertidos a que fui, nos últimos tempos....

Em primeiro lugar, os pais dela são espectaculares, aquele tipo de pessoas de quem se gosta à primeira vista, simples, abertos, bons conversadores... e têm todo o tipo de alcool lá em casa!!!! :)

A comida era - toda ela - deliciosa!

Para além de muitas crianças, têm um grupo social fantástico que, para além de jogar BUZZ, sai em passeios para Sintra, visitar Regaleira e afins (oh, que chatice!!!!), gostam todos de cozinhar (um verdadeiro drama!!!!) e convidaram-nos de imediato para alguns desses passeios. Imagino se haverá alguém mesmo simpático, que até goste de tarefas domésticas!!!!;)

Houve, ao longo de toda a tarde - e noite - uma picardia inteligente e saudável entre os convidados, que acabava sempre em riso, ou em brinde!

Cheguei ligeiramente ébria a casa - não devia dizer isto, pois não?????

E, como é hábito quando bebo uns copos a mais, e até quando não os bebo, aproveito para dizer que adoro escrever neste espaço, ler os vossos espaços e sentir a vossa presença na blogosfera!!!!

sábado, janeiro 17, 2009

E aqui vou eu...

... para o evento social do ano!
Uma festa de aniversário de uma menina de 5 anos... a melhor amiga da pipoca!!!

Wish me luck!!!!

Para os que amam...

Melhore a sua Saúde 2



Vista-se de acordo com o Clima!!!!

sexta-feira, janeiro 16, 2009

Porque amanhã...


... vai fazer sol;
... é sábado;
... alguém vem ao encontro do seu coração;
... alguém vai acordar ao lado de quem ama;
... podemos dormir até mais tarde;
... temos mais um dia para descansar;
... tenho uma festa;
... vou jantar fora;
... quero ir dançar;
Desejo a todos
Um excelente fim de semana!!!!

Oh, Valha-me Deus!!!!

Mas como é que alguém escreveu no google

alize cornet nua
e veio ter cá ao blog???????!!!!!!

Melhore a sua saúde



Vá ao dentista regularmente...

Efémero 2

Eu fazia anos naquele fim de semana. O meu amigo peruano vinha cá dar um workshop fabuloso e dei a mim mesma esse presente. Fazer o workshop. Porque fazia anos e resisti à pressão da família para passar o aniversário em casa, em prole daquilo que realmente queria fazer, senti aqueles dias como verdadeiramente especiais.

Vi-o assim que entrei na sala. Olhei para ele e reconheci-o, apesar de nunca ter visto aquele homem antes. Ele olhou para mim e teve exactamente a mesma sensação. Tive a certeza disso. Uma certeza arrepiante. Sincronisticamente, os lugares eram marcados e ficámos de frente um para o outro, na sala em U.
Impossível não olharmos. Porém, o verdadeiro interesse que eu tinha no trabalho do O., fez-me distrair daquela situação ao longo da manhã.

A hora do almoço chegou e ele veio direito a mim. Num gesto muito mais louco (ou mais corajoso) que o meu, perguntou-me:
- Qual é o teu nome?
- Lita.
- Olá, eu sou o P. É um prazer imenso reencontrar-te nesta vida!
Aquilo deu-me vontade de rir, apesar de saber que ele falava a sério. Tão sério que não conseguiu ficar perto de mim muito tempo e desapareceu, com uma má desculpa. Ainda assim, admirei a sua atitude.

Foi um fim de semana extasiante. Porque estava com duas das minhas amigas muito significativas, porque me redescobri, de uma forma completamente luminosa, porque as sincronicidades não terminavam.
O O. pediu que escrevêssemos um pequeno texto para a pessoa mais significativa do grupo, naquele fim de semana.

Escrevo para ele. Nada de especial, algumas palavras, apenas, que justificassem aquela energia estranha. A intensidade, as memórias que eu não tinha, mas que poderiam,perfeitamente, existir.
Vou dar-lhe o bilhete e percebo que escreveu um para mim.

Assim que o abre e o lê, as lágrimas descem-lhe pelo rosto. Abro o meu.
"Desculpa. Desculpa tanto. Não estava preparado para te ver, hoje. Não estou ainda curado, não o suficiente para conseguir viver sem magoar, sem ser magoado. Ainda assim agradeço..."

Não tentei perceber mais do que aquilo que me quis dar. Havia uma ferida, algures. E eu não fazia parte disso. Sorri-lhe. Tirámos uma foto juntos. Ele ficou com ela.

Nunca mais o vi. Podia ser maluco, ou talvez seja eu a louca. Podia ser um manipulador, como já mo referiram. Não é importante. Sei que o reconheci, de algum lugar. Quem já não teve experiências dessas? E que as mensagens que passámos um ao outro, naquelas 48 horas foram importantes para os dois.

A minha amiga S. comentou que achava que o P. lhe fazia lembrar o S. Francisco de Assis. Eu ri-me. Ele fazia-me lembrar tudo, menos um santo!

quinta-feira, janeiro 15, 2009

Ah, pois sou!!! Sou, sou!!!




You Are From Uranus



You shine with brilliant creativity, and you're more than a little eccentric.

You love everything unusual and shocking. You're one far-out chick or dude.

Anything unconventional excites you - and you have genius potential.

Just don't let your rebel side get the best of you, or else you'll alienate everyone.

Your creative ways and funky attitude is all you need to be you.

A pequena alma e o sol

"(...)
- Eu sei o que quero ser, eu sei o que quero ser! - proclamou a Pequena Alma com grande entusiasmo. - Quero ser a parte especial chamada “perdão”. Não é ser especial alguém que perdoa?
- Ah, sim, isso é muito especial - assegurou Deus à Pequena Alma.
- Está bem. É isso que eu quero ser. Quero ser alguém que perdoa. Quero experimentar-me assim - disse a Pequena Alma.
- Bom, mas há uma coisa que devias saber — disse Deus.
A Pequena Alma já começava a ficar um bocadinho impaciente. Parecia haver sempre alguma complicação.
- O que é? - suspirou a Pequena Alma.
- Não há ninguém a quem perdoar.
- Ninguém? - A Pequena Alma nem queria acreditar no que tinha ouvido.
- Ninguém! - repetiu Deus. - Tudo o que Eu fiz é perfeito. Não há uma única alma em toda a Criação menos perfeita do que tu. Olha à tua volta!
Foi então que a Pequena Alma reparou na multidão que se tinha aproximado. Outras almas tinham vindo de todos os lados, de todo o Reino, porque tinham ouvido dizer que a Pequena Alma estava a ter uma conversa extraordinária com Deus, e todas queriam ouvir o que eles estavam a dizer.
Olhando para todas as outras almas ali reunidas, a Pequena Alma teve de concordar: Nenhuma parecia menos maravilhosa, ou menos perfeita do que ela. Eram de tal forma maravilhosas, e a sua Luz brilhava tanto, que a Pequena Alma mal podia olhar para elas.
- Então, perdoar quem? – perguntou Deus.
- Bem, isto não vai ter piada nenhuma! - resmungou a Pequena Alma . - Eu queria experimentar-me como Aquela que Perdoa. Queria saber como é ser essa parte de especial.
E a Pequena Alma aprendeu o que é sentir-se triste.
Mas, nesse instante, uma Alma Amiga destacou-se da multidão e disse:
- Não te preocupes, Pequena Alma, eu vou ajudar-te - disse a Alma Amiga.
- Vais? - a Pequena Alma animou-se. - Mas o que é que tu podes fazer?
- Ora, posso dar-te alguém a quem perdoares!
- Podes?
- Claro! - disse a Alma Amiga, alegremente. - Posso entrar na tua próxima vida física e fazer qualquer coisa para tu perdoares.
- Mas porquê? Porque é que farias isso? - perguntou a Pequena Alma. - Tu, que és um ser tão absolutamente perfeito! Tu, que vibras a uma velocidade tão rápida a ponto de criar uma Luz de tal forma brilhante que mal posso olhar para ti! O que é que te levaria a abrandar a tua vibração para uma velocidade tal que tornasse a tua Luz brilhante numa luz escura e baça? O que é que te levaria a ti, que danças sobre as estrelas e te moves pelo Reino à velocidade do pensamento, a entrar na minha vida e a tornares-te tão pesada a ponto de fazeres algo de mal?
- É simples - disse a Alma Amiga. - Faço-o porque te amo.
A Pequena Alma pareceu surpreendida com a resposta.
- Não fiques tão espantada - disse a Alma Amiga .- Tu fizeste o mesmo por mim. Não te lembras? Ah, nós já dançámos juntas, tu e eu, muitas vezes. Dançámos ao longo das eternidades e através de todas as épocas. Brincámos juntas através de todo o tempo e em muitos sítios. Só que tu não te lembras. Já fomos ambas o Todo. Fomos o Alto e o Baixo, a Esquerda e a Direita. Fomos o Aqui e o Ali, o Agora e o Depois. Fomos o Masculino e o Feminino, o Bom e o Mau. Fomos ambas a vítima e o vilão. Encontrámo-nos muitas vezes, tu e eu; cada uma trazendo à outra a oportunidade exacta e perfeita para Expressar e Experimentar Quem Realmente Somos. E assim, - a Alma Amiga explicou mais um bocadinho - eu vou entrar na tua próxima vida física e ser a “má”, desta vez. Vou fazer alguma coisa terrível, e então tu podes experimentar-te como Aquela Que Perdoa.
- Mas o que é que vais fazer que seja assim tão terrível? - perguntou a Pequena Alma, um pouco nervosa.
- Oh, havemos de pensar nalguma coisa - respondeu a Alma Amiga, piscando o olho.
Então a Alma Amiga pareceu ficar séria, e disse numa voz mais calma:
- Mas tens razão acerca de uma coisa, sabes?
- Sobre o quê? - perguntou a Pequena Alma.
- Eu vou ter de abrandar a minha vibração e tornar-me muito pesada para fazer esta coisa não muito boa. Vou ter de fingir ser uma coisa muito diferente de mim. E por isso, só te peço um favor em troca.
- Oh, qualquer coisa, o que tu quiseres! - exclamou a Pequena Alma. E começou a dançar e a cantar. - Eu vou poder perdoar, eu vou poder perdoar!
Então a Pequena Alma viu que a Alma Amiga estava muito quieta.
- O que é? - perguntou a Pequena Alma. - O que é que eu posso fazer por ti? És um anjo por estares disposta a fazer isto por mim!
- Claro que esta Alma Amiga é um anjo! - interrompeu Deus, - são todas! Lembra-te sempre: Não te enviei senão anjos.
E então a Pequena Alma quis mais do que nunca satisfazer o pedido da Alma Amiga.
- O que é que posso fazer por ti?
- No momento em que eu te atacar e atingir, - respondeu a Alma Amiga – no momento em que eu te fizer a pior coisa que possas imaginar, nesse preciso momento...
- Sim? - interrompeu a Pequena Alma. - Sim?
A Alma Amiga ficou ainda mais quieta.
- Lembra-te de Quem Realmente Sou.
(...)"

Neale Donald Walsh

LOOOOOL - ou, porque é que eu gosto de trabalhar aqui...

Encontrei, hoje de manhã, colado na tampa da sanita do trabalho:



"Picos na pipi, é bom para mim e para si! Trate bem da sua pipi, se não gostar dela, quem gostará?"


Ao lado, um pacote de papel higiénico,folha tripla, cor de rosa!!!! :D
PS: Sim, somos só mulheres naquele lugar!!!

quarta-feira, janeiro 14, 2009

Sometimes

"Sometimes
only sometimes
I question
Everything
And i'm the first to admit
that if you catch me in a mood like this
I can be tiring
Even embarrassing
But you might
Feel the same
When you look around
You can't tell me honestly
That you're happy with what you see
Oh sometimes, only sometimes
You must be
As embarrassed as me"

Martin L Gore

Perfeito!

Adenda ao post anterior!!!!

A questão dos marmanjos!!!
No meio de nenhures, no centro onde faço algumas entrevistas e dou formação, há ensaios de dança, à tardinha e noite. É barulhento, muito confuso, mas nada mais do que isso. O grupo de rapazes e raparigas, entre os 17, 18 e 23, 24 anos junta-se e ensaia durante algumas horas.

Ontem,por algum motivo,as raparigas não apareceram. Só hoje soube que era uma festa de rapazes, uma rave só para homens!!!! Nem as técnicas do centro estavam lá. Só aqui a "sarilhos" Lita, que não sabia disto, obviamente!!!!

Por isso, foi um bocadinho assustador ver aparecerem uma série de gajos gigantes que desligaram as luzes da sala por onde eu teria de passar, fazerem uma barulheira infernal e, por fim, uivarem... sim, eles uivaram, várias vezes. Estavam divertidos, saltavam, batiam com qualquer coisa nas paredes... e uivavam.

Quando terminei as entrevistas, lá tive de passar por ali...não deixaram de uivar por causa disso.
Foi... uma experiência única... a não repetir!!!!

terça-feira, janeiro 13, 2009

Final do dia!

Se eu disser que, depois das aventuras de hoje, saí do meio de nenhures, e tive de passar por uma sala às escuras, cheia de marmanjos com o dobro do meu tamanho, que saltavam e uivavam - UIVAVAM!!!!! - ao som de música assustadora, vocês não vão acreditar, pois não??????

A inteligência de uma ervilha....

Foi o que senti hoje...

A história é longa. O centro para onde costumo ir, no meio de nenhures, tem de ser muito bem trancado à chave, e depois temos de fazer descer um gradeamento pesadíssimo, para que não seja assaltado... tantas vezes!

Há uns meses estive lá a dar formação... até às 10 da noite! Os formandos, geralmente, esperavam sempre que eu fechasse tudo, e trancasse as portas, para saírem comigo. Diziam eles que aquilo não era lugar para se andar sozinha àquelas horas... tendo em conta que eu tenho pouco mais do que um metro e meio... agradecia.

Houve um dia, sexta-feira à noite, em que eu estava em sessão com um formando que teve de sair logo, deixando-me ali sozinha! Não sou muito medricas e, como habitualmente, fechei tudo! O problema foi chegar ao gradeamento!!!! Que estava tão subido que nem de saltos altos, o que era o caso, lá chegava. Tentei saltar, e conseguia que as unhas tocassem, levemente, a coisa... nada feito!!!! Obviamente, não me podia ir embora e deixar aquilo meio aberto.

Comecei a olhar para todo o lado, à procura de ideias... o que aconteceu em seguida deve ter sido digno de observar... tal qual espião de Missão Impossível, subi as grades de trás, da janela, dei balanço, atirei-me para o gradeamento, descendo pendurada neste - pois é pesadíssimo - e momentos antes dele chegar ao chão deixei-me cair e rebolei-me por debaixo dele, saindo perfeitamente a tempo. Fácil, ???? LOOOOOL

Rezei para que ninguém me tivesse visto naquelas figuras e lá fui embora, ao telefone com uma amiga, a contar mais aquela aventura mirabolante!!! Depois disso, sempre que tinha de fechar o gradeamento e aquilo acontecia, lá ia a Lita Croft subir grades e afins...

Até hoje! Pleno dia e tenho de fechar aquilo. Estou sozinha. Há pessoas a passar e tenho vergonha de me andar a atirar no ar e rebolar no chão.... e olho para dentro do centro... e, pela primeira vez, descubro que tenho neurónios!!!!

Vou buscar uma cadeira, subo, faço descer o gradeamento o suficiente para chegar a ele, guardo a cadeira, fecho a porta e baixo o resto do gradeamento. Aquilo que poderia ter feito ao longo deste tempo todo...

Vim o caminho todo a rir que nem uma louca. A rir de mim própria... claro!!!!

O poder da distracção

Se alguém viu uma mulher num Fiat Punto quase a despistar-se na Marginal, esta manhã... momento único e pequenino, no qual, sem se magoar, nem magoar ninguém, controlou perfeitamente o carro e continuou a viagem (LOL!!!!), essa mulher era EU!!!!

segunda-feira, janeiro 12, 2009

A bizarrice do dia!!!!

Estava eu no intervalo para o café, sentada e com a cabeça enfiada na agenda, quando sinto um movimento à minha frente. Levanto a cabeça. O gajo engravatado está de pé, à minha frente! Tem um ar simpático, mas não sorri.

Faço um gesto com a cabeça, pois parece-me claro que me vai perguntar qualquer coisa. E a pergunta sai:
- Desculpe, é advogada?

Devo ter feito um ar estranho, tipo "what? e porque é que estás a fazer essa pergunta?".
- Não.

Ele sorri.
- Desculpe o incómodo. Boa tarde!!!

E foi-se embora! Isto não é muito normal, pois não? Terei ar de advogada???? LOL!
E porque é que ele me perguntou isso? E porque é que estas questões só surgem depois e naquele altura fico aparvalhada a olhar para a situação???? Aceitam-se explicações...

Foi assim...



Que saí do infantário, esta manhã, quando ela se agarrou a mim e começou a chorar! Liguei mais tarde, estava óptima. Eu não! definitivamente, eu não!!!!

Imagem tirada daqui.

Ódio?

Ódio por Ele? Não ... Se o amei tanto,
Se tanto bem lhe quis no meu passado,
Se o encontrei depois de o ter sonhado,
Se à vida assim roubei todo o encanto,

Que importa se mentiu? E se hoje o pranto
Turva o meu triste olhar, marmorizado,
Olhar de monja, trágico, gelado
Com um soturno e enorme Campo Santo!

Nunca mais o amar já é bastante!
Quero senti-lo doutra, bem distante,
Como se fora meu, calma e serena!

Ódio seria em mim saudade infinda,
Mágoa de o ter perdido, amor ainda!
Ódio por Ele? Não... não vale a pena ...

Florbela Espanca.

domingo, janeiro 11, 2009

Prémio, mais uma vez!!! :)

E vou começar a semana muito contente, porque hoje a Vanessa, inesperadamente, ofereceu-me este belo presente.

“Com o Prémio Dardos reconhecem-se os valores que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc. que, em suma, demonstram a sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre as suas letras, entre as suas palavras. Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web.”

As regras são as seguintes:
1) Exibir a imagem do selo;

2) Linkar o blogue através qual você recebeu a indicação;

3) Escolher 15 outros blogues a quem entregar o Prémio Dardos.

Esta terceira parte é mais complicada, porque eu adoro os blogs que tenho ali ao lado, adoro lê-los, comentá-los, e sinto verdadeiro prazer nesta troca de palavras, que vai acontecendo, ao longo do dia!!!! Por isso vou quebrar as regras - de vez em quando podemos fazê-lo - e vou oferecê-lo, mais uma vez, aos meus seguidores e aos blogs que eu leio diariamente, aqui na coluna da esquerda!

Se são muitos? Talvez, mas cada um me dá um pedaço de sorriso, quase todos os dias. Todos o merecem...
Por isso, peguem. É de coração.
Beijinhos!!!

Um novo mundo!

Porque este fim de semana estive rodeada de amor, dos meus e, sobretudo, dos locais e pessoas mais inesperadas! Para elas...



Um excelente início de semana...

Mercúrio retrógado!!!

A partir de hoje...
:)

Por isso, não se fiem nos meios de comunicação... incluindo voz e ouvidos... ;)

Por outro lado, é sempre uma boa época para rever, planear, confirmar... e treinar a paciência...
Afinal, são só três semaninhas!!!

Bom Dia!!!!!!!

As temperaturas vão subir!!!!!! :)


sábado, janeiro 10, 2009

Bolo de Chocolate!!!!

Tal como a Noiva Judia...




You Are a Chocolate Cake



Fun, comforting, and friendly.

You are a true classic, and while you're not super cutting edge, you're high quality.

People love your company - and have even been known to get addicted to you.

Ouve o que eu não digo

"Não te deixes enganar por mim.
Não te deixes enganar pela cara que uso.
Porque eu uso uma máscara, mil máscaras,
Máscaras que tenho medo de tirar,
E nenhuma delas sou eu.
Fingir é uma arte que, para mim é a segunda natureza.
Mas não te deixes enganar.
Dou-te a impressão de ser seguro,
De que para mim tudo é soalheiro e risonho, por dentro e por fora,
Que a confiança é o meu nome e a calma o meu jogo,
Que a água é calma e eu estou no comando,
E que não preciso de ninguém.
Mas não acredites em mim.

A minha superfície pode parecer suave,mas é uma máscara,
Sempre a mudar, a mudar e a condizer.
Por baixo, não há complacência,
Por baixo há confusão e medo e solidão.
Mas isso, eu escondo. Não quero que ninguém saiba.
Entro em pânico quando penso na exposição da minha fraqueza e do meu medo.
Por isso é que crio freneticamente as máscaras,as barreiras
Atrás das quais me escondo,
Uma farsa aliciante e sofisticada, que me ajuda a viver,
Que me abriga do olhar que sabe...

Mas esse olhar é precisamente a minha salvação,
A minha única esperança e eu sei isso.
Isto,se for seguido de aceitação,
Se for acompanhado de amor.
És a única coisa que pode libertar-me de mim mesmo,
Das paredes da prisão que para mim eu construí,
Das grades que ergo com tanta dor. (...)
Mas não te digo isto. Não me atrevo. Tenho medo.

Receio que penses mal de mim, que te rias,
E o teu riso matar-me-ia.
Receio de, no fundo, eu não ser nada, de não prestar.
E que vejas isso e me rejeites.
Por isso, jogo o meu jogo, o meu jogo desesperado de fingir,
Com uma fachada de segurança por fora
E uma criança que treme por dentro.
E assim começa um desfile de máscaras brilhante,
Mas vazio.

Tagarelo contigo nos tons suaves das conversas fúteis,
Digo-te tudo que não é mesmo nada,
E nada daquilo que é tudo, daquilo que chora dentro de mim.
Assim, enquanto atravesso a minha rotina,
Não te deixes enganar pelas coisas que não digo.
Aquilo que gostava de ser capaz de dizer. (...)
Não gosto de me esconder.
Não gosto de jogos falsos e superficiais, quero parar de jogar.
Mas tens de me ajudar.

Tens de me estender a manter a tua mão firme.
Só tu podes chamar-me à vida.
Cada vez que és simpático e amável e me encorajas.
Cada vez que tentas compreender porque te preocupas,
A sério,
No meu coração nascem asas, muito pequenas, fracas, mas asas!!!! (...)

Com o poder que tens de me tocar os sentimentos,
Podes soprar-me vida. Quero que saibas isso.
Só tu podes derrubar o muro atrás do qual eu tremo.
Só tu podes derrubar a minha máscara,
se escolheres fazê-lo. (...)

Dizem-me que o amor é mais forte que os muros fortes,
E é aí que reside a minha esperança.
Por favor, tenta derrubar esses muros
Com mãos firmes,
Mas mãos suaves.
Porque uma criança é muito sensível.
Quem sou eu,perguntas tu?
Sou alguém que conheces muito bem.
Porque eu sou cada homem que conheces
E sou cada mulher com quem te cruzas."

Charles C. Finn

sexta-feira, janeiro 09, 2009

Instantes mágicos!

Hoje, dei por mim a sorrir muitas e muitas vezes.
A vida voltou a surpreender. Fiz uma amiga nova (não é verdade... consolidei uma amizade com uma amiga que já por aqui andava)!
Descobri coisas de que já desconfiava.
Conspirei a favor dos sonhadores.
Desejei a felicidade de outros.
Hoje foi um dia dedicado aos corajosos, aos que arriscam, em prole da viagem...
E agradeço a oportunidade de o ter presenciado! :)

Deixo-vos aqui uma versão deliciosa desta música...
Um excelente fim de semana para todos!!!!