quarta-feira, janeiro 28, 2009

Quebrar

Liguei-lhe. Precisava de o fazer, talvez porque, pela primeira vez, senti a dor dele com toda a profundidade. Já não mentalmente, já não intelectualmente, mas com todo o meu ser. E se assim fosse, se fosse aquilo que ele sentiu, eu queria dizer-lhe que sim, que eu sabia.

Ficou feliz por ser eu, mas as defesas próprias de quem não permite ninguém entrar barraram a segunda frase. E, estranhamente, ou por conhecer uma parte do inferno dele, desta vez fui eu que não teve medo.

- Deixa de ser parvo, sabes perfeitamente o quanto eu gosto de ti! - a frase saiu com alguma fúria, ou não andasse eu meia descontrolada nos últimos dias, mas a verdade é que o silêncio se abateu do outro lado.
- Não sei se gostas.
- Sabes sim. Sabes que gosto. Ou não estaria aqui a ligar-te.

Outro silêncio.
- Sim, és capaz de gostar.

E perguntei-lhe: estás bem, gostas do teu presente, és feliz com a tua namorada, procuras o teu melhor? E mal ou bem, ouvia-o responder, enquanto a surpresa me envolvia. Tinha-o quebrado!!!!

E falámos. Da vida, do tempo, das canções que cantávamos quando tínhamos 10 anos e ele era o meu primeiro namorado. Perguntou-me por ela. Disse-lhe que estava bem. E que era tudo o que lhe podia dizer.

Despedimo-nos a rir. Afinal não lhe disse que tinha conhecido a dor dele. Porque não foi necessário. Quebrei-o. Quebrei-lhe as barreiras. Foram necessários 24 anos e, mais uma vez, uma situação limite. Mas pela primeira vez, ele estava ali!

14 comentários:

poeta_poente disse...

não consigo... já te disse e não consigo comentar aqui... beijo...

Lita disse...

LOOOOL! Um beijinho, poeta!

korrosiva disse...

Nem sempre é fácil falar ao coração daqueles de quem gostamos por estranho que pareça

beijinhoss

Ianita disse...

Quebrar... não é fácil... é preciso saber o caminho... tu encontraste o caminho dele e conseguiste.

Parabéns!

Kiss

Hélio disse...

Realmente, muito mágicos... mas é assim a Amizade... :) Timeless...

Beijo! :)

Lita disse...

korrosiva, às vezes parece o mais dificil... ;)

Ianita, e não é que encontrei...?

Hélio, são tempos mágicos, estes... infinitamente mágicos! Beijo grande!

Neptuna disse...

houve alguém que me disse que estes tempos, estes tempos de agora, são perfeitos para nos encontrarmos e encontrar o outro.. :) beijinhos!

Alguém disse...

Quando se pode ajudar, apesar de todo o sofrimento passado, é bom fazê-lo... Quebrar, como dizer :)

beijinho

as velas ardem ate ao fim disse...

És um grande ser humano Lita!

um bjo

Lita disse...

Neptuna, parece que sim... :)

Alguém, é bom! Por vezes, é bom!

as velas ardem até ao fim, obrigada, minha querida. O mesmo digo de ti! Um abraço!

Eumesma disse...

Quebrar bareiras...é como entrar na concha, uma caixa que só se abre ás vezes para muito poucos, apenas para os priveligiados...:-).
Só se abre para aqueles de quem gostamos...muito...

E sim, esses são instantes mágicos, grandes vitórias.
(vivi com alguém assim, tb).

Bjs :-)

Lita disse...

Sim... costumava ouvir que quando nos fechamos para não receber dor,tambem não recebemos amor. Este é um desses casos... :)

Estrela Cadente disse...

Estes instantes dão cabo do meu pobre coração... :D
Beijo.

Lita disse...

:) Se o coração não estremecer, não foram momentos mágicos!!!! :)