segunda-feira, janeiro 19, 2009

Faz hoje um ano...

Em que caminhaste na corda bamba.
O telefonema simples, vinhas tarde, nada de anormal... tão normal, que nem me incomodei a perguntar... onde, a que horas, porquê!

As horas a passar e, na minha habitual tranquilidade, a alegria forjada por ter mais uns minutos só para mim.
O segundo telefonema a perguntar-me se te poderia ir buscar... ao que reagi com brusquidão, devido às horas, ao tempo sem uma explicação, ao facto de achar que não podia pura e simplesmente sair de casa.

E o choque, ao perceber que tinhas estado entre a vida e a morte,e eu não tinha participado nisso porque me tentavas proteger!!!
Como te atreveste a tentar proteger-me disso?????

Perdoei-te no instante em que cheguei perto, te dei a mão.

Faz hoje um ano, em que saíste para poder não voltar a entrar!
E ainda me doí pensar nisso!

27 comentários:

Sayuri disse...

Mais uma prova de que a vida é muito fragil e que, de um momento para o outro, tudo pode mudar...

Ianita disse...

A vida é feita de pequenos pormenores, não é? De pequenos instantes que nos mudam para sempre... vivi um momento assim no ano passado e tremo ainda só de pensar que tive a vida de uma criança nas minhas mãos... aliás, no capôt do meu carro...

Temos de pensar que o que não nos mata só nos torna mais fortes. E, felizmente, isso faz tudo parte do passado agora, não é?

Olha... há precisamente um ano parti um dente a comer pinhões do Santo Amaro! :) LOL

Beijo grande e tudo de bom!

Miepeee disse...

A qualquer momento tudo mode mudar, nao podemos dar nada como certo e seguro. A vida tem destas coisas menos agradaveis.
Beijinho e forca.

Hélio disse...

Assustador, no mínimo... Ainda bem que tudo correu bem! A fragilidade da vida pode ser assustadora...
Beijinho :)

Lita disse...

Sayuri, verdade... demasiado frágil.

Ianita, há que aproveitar os grandes e os pequenos pormenores!!!

Miepeee, um beijinho!

Hélio, fragilidade... é a palavra! Hmmm, será impressão minha ou vi muitas vezes o teu nome, "em algum blog perto de si"... ? ;)

Eumesma disse...

Sim, a vida é mesmo frágil, nada é garantido, nada está seguro...
Ms ás vezes conseguimos "agarrar" as situações, dar a mão a quem precisa, ainda a tempo (ainda que tenhamos que perdoar acções menos correctas, mas que são fruto de momentos menos bons)
Desde que fiquemos bem conosco, ísso é que que interessa...
( com os outros tb, já agora ...:-)

Bjs

Lita disse...

Aproveitar o aqui e o agora, é o que eu digo!!!! O resto... é absolutamente efémero!

XR disse...

É verdade, o resto pode já lá não estar amanhã ... queres melhor definição para o famoso Carpe Diem ?

Lita disse...

Xr, é isso mesmo!!!! :)

Devaneante disse...

E certamente dói mais do que teria doido se tivesses sabido desde o primeiro momento...

Lita disse...

É verdade! Encaras o vazio, nesse instante... :)

Hélio disse...

Viste?? Onde???

Lita disse...

Hmmm, não me lembro... mas passava dos 100 comentários! Será engano? ;)

Hélio disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
158 para ser mais preciso... :)
Como em tudo ha q ser rigoroso, senao vem aí o deficit e é chato...

Lita disse...

LOOOOL
Picuinhas.... ;)

Hélio disse...

Sao pontos de vista... :) (eu por acaso tb chamo isso aos referees dos artigos que o meu grupo submete...)...

Lita disse...

Tens é medo que a Kaila tenha mais do que tu, diz antes assim... ;)

Hélio disse...

Nem penses... na ponta final abarbatei o trofeu... ela chegou primeiro aos 100 mas depois foi ao sprint e ganhei! LOOOOOOOOL

Lita disse...

LOOOOL
Ganhaste porque eu tive de sair a meio... vá, lá!!!!!!!!!!! Confessa!!!!!!!!!!!!

Hélio disse...

Nao posso especular sobre acontecimentos que nao aconteceram :) Nao é cientifico.

Lita disse...

Podes, podes!!!! Vá lá!!!! Vá lá! Vá lá!!! Confeeeeeeeeeeeesssssssa!!!!!

Alguém disse...

realmente, quando acordamos de manhã não fazemos a mínima ideia do que nos pode acontecer ou passar ao lado... Tem de se aproveitar todos os momentos como se fossem os últimos...

beijinho

Lita disse...

Beijos!

Lú Chardelli disse...

Se eu pudesse parar o tempo pararia...Em uma tarde que não sabia ser a última

Lita disse...

Lu Chardelli, :)

Dawa disse...

Um segundinho e pode mudar a nossa vida para sempre...
Beijinho!

Lita disse...

Beijo, Dawa!