sábado, outubro 10, 2009

(Re)Começos

A mensagem clara foi "Pára! Estás demasiado confusa, demasiado ocupada, demasiado zangada, demasiado eléctrica, demasiado longe de ti mesma."

Desde o início do ano que sentia que teria que o fazer. A vida é generosamente clara comigo, nessas alturas. Sou eu que adio o inevitável.

Ainda assim não foi fácil. Ser obrigada a parar, fechar-me em casa, não ver ninguém, praticamente, a não ser a minha família. Acabar por me isolar mais, por não já suportar as perguntas dos amigos, diariamente e sempre iguais "estás bem? Estás melhor? Sentes-te feliz?". Parece egoísmo, eu sei, e eu adoro os meus amigos e agradeço a sua preocupação, mas ter as janelas do msn constantemente a piscar com as mesmas perguntas, ou tentar dormir um bocadinho e colocar o telemóvel no silêncio, para acordar e ter 36 chamadas não atendidas, acreditem, é esgotante.

Alguns queixaram-se do meu desaparecimento súbito. Outros entenderam que eu precisava da reclusão e respeitaram-me com serenidade, pois conhecem bastante das minhas "caminhadas no deserto..."

Não tem sido propriamente fácil. As contracções, a placenta prévia, agora o diabetes gestacional. Sim, ainda estou em casa. Todos os dias luto comigo mesma para viver um momento de cada vez, para não me deixar levar pela insatisfação profunda. Nem sempre consigo.

No entanto, conforme chegou a fase de nicho, de comprar coisinhas para a bebé, de reorganizar a casa e a vida, a semente que adormecia em mim começou, também a despontar. A vontade de mudar coisas, de fazer coisas, de aprender coisas.

Como se o tempo de semente também estivesse a terminar e eu começasse a preparar-me para um novo ciclo. Como mãe e como ser humano. As ideias começam a chegar, a motivação também. A vontade de começar qualquer coisa, aprender mais um pouco de mim e do mundo. E isso faz-me sorrir ao acordar.

Um excelente fim de semana para todos.

18 comentários:

Sayuri disse...

Que bom que este período já está a terminar! Logo, logo temos uma Luana pequenininha e linda connosco!! :)

LP disse...

Ainda bem que tiveste força para passar este momento mais cinzento para agora o transformares em energia!!

Boa sorte com os preparativos do ninho!!

Beijinhos

PB disse...

E um excelente fim-de-semana para ti também, amiga. Está quaseeeeeee! ;)
Beijinhos

ianita disse...

Sísifo

Recomeça...
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.

E os passos que deres
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.

Enquanto não alcances
Não descanses.

De nenhum fruto queiras só metade.
E, nunca saciado
Vai colhendo
Ilusões sucessivas no pomar
Sempre a sonhar
E vendo
Acordado,
O logro da aventura.

És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde com lucidez, te reconheças.

Miguel Torga


Só é tua a loucura onde com lucidez te reconheças. Às vezes é mesmo preciso parar e perceber onde estamos e para onde vamos. Quem queremos connosco e quem não queremos. Qual a nossa loucura.

Beijos!

Andy disse...

Compreendo tão bem o que sentes...e sabes bem porquê, não haveria sequer espaço para o descrever. Breve breve tudo volta à normalidade, só mais um esforço!

Eu fiz parte de uma das 36 chamadas para o teu telm! Lol.
Bjinho mto grande!

Lídia Borges disse...

Às vezes a alternativa é mesmo "desaparecer", mas esse "assédio" só significa que és muito querida pelos amigos e isso já diz muito de ti.

Um beijo, muito descanso e muita alegria!

Zabour disse...

Vai ser Luana? Que giro, adoro esse nome.

Beijinhos e tudo de bom

P.S.Mandei-te um convite no facebook, sou eu a do camelo,rsrsrsr

Korrosiva disse...

Não tarda tens a tua menina no colo e tudo isto seria passado as vezes que fossem preciso só para a teres junto a ti saudavel :))

beijinhoss

Patrícia disse...

Welcome back

Estreliña disse...

Cá aguardamos a tua serenidade!

(tb estive longe da blogosfera e não acompanhei os teus ultimos passos... entendo que são fases que se vão alterando..)

beijinho gd e até breve

Joana Homem da Costa disse...

Melhoras e tudo de bom, daqui muita energia positiva! :) Ia escrever em chinês como o comentário anterior mas depois achei melhor não! ehehehe :P

Blogadinha disse...

Longe do mundo mas perto de ti. Às vezes a nossa voz faz-nos falta para que possamos dar a devida atenção às restantes. Não é egoísmo, antes boa vontade.

Que a tua te leve a bom porto, independentemente das horas ou do dia.

Força.

Bjo

Blogadinha disse...

Longe do mundo mas perto de ti. Às vezes a nossa voz faz-nos falta para que possamos dar a devida atenção às restantes. Não é egoísmo, antes boa vontade.

Que a tua te leve a bom porto, independentemente das horas ou do dia.

Força.

Bjo

Miguel Ferreira disse...

Beijo

Miguel Ferreira disse...

Beijo

dinamene disse...

Querida,
És infinitamente bela e sábia, e só não gosto cada vez mais de ti porque não é possível! Porque comecei logo por te adorar ilimitadamente. Dizias-me a semana passada: “Qdo te sentires prontas para visitas, quero ir ver-te”! És mmo incrível, não és!?... Estou bem, quase pronta para ser eu a visitar-te ;)
Obrigada pela tua solidariedade, pela tua força, por essa tua capacidade de dar altruísta… Abraço apertado. Beijo às tuas meninas lindas, Mariana e Luana.

Lita disse...

Sayuri, estou desejosa! :)

LP, obrigada! :D

PB, é verdade, quase, quase...

Ianita,adoro o poema. E estás certa. Infinitamente certa! :)

Andy, sei que sabes. E sabes que a ti te atenderia...;)

Lídia Borges, é verdade. Esse assédio, é uma benção! :)

Zabour, ainda bem que disseste. Eu andava a tentar descobrir quem eras...LOL

Korrosiva, absolutamente verdade.

Patrícia, obrigada!

Estreliña, obrigada. Não perdeste muito, por aqui...;)

Joana, looooooooooooooooool. Parece que o chinês invadiu a blogosfera! :)

Blogadinha,obrigada!

Miguel Ferreira, obrigada!

dinamene, minha irmãde sempre, fico feliz por estares bem. Obrigada pelas palavras lindas! Amo-te muito, sempre.

Sandra disse...

Minha querida. já tinha pensado ligar-te e tenho evitado faze-lo exactamente por "prever-te" nessa situação. Desejo-te o melhor dos melhores e ainda bem que esta temporada de "imobilidade" te está a fazer despertar para outras coisas. às vezes é assim mesmo. Precisamos de parar para ver outras coisas. Um beijinho do tamanho do mundo. E até breve breve já na tua nova fase. :)