terça-feira, outubro 21, 2008

Filosofia de Rua 2

Na antiga estação de Queluz-Belas:

Os animais são nossos amigos. Eu não como os meus amigos.
P.S. Aqui poderá haver divergência de opiniões. Compreendo.

10 comentários:

Ianita disse...

Pois... eu entendo, mas...

Kiss

kaila disse...

Errr...pois,realmente depende da conotação!

Sayuri disse...

...eunuco?...

Lita disse...

Ianita, lol,é mais ou menos isso!!!!
Kaila... até a mim, quando estava a escrever, soou-me mal!!!!
Sayuri, repara, estamos a falar de animais, certo???? LOL

Patrícia disse...

lol. pode realmente ser mal interpretado...

Lita disse...

Pode, não pode???? ;)

Sayuri disse...

...depende...há alguns 'amigos' que se revelam uns verdadeiros animais!...

Lita disse...

Pronto... realmente... é melhor não comentar, não achas????

Joana Homem da Costa disse...

Hum...lixada essa, as baratas não são minhas amigas e eu realmente não as quero comer, mas uma vaquinha, essa é minha amiga, são giras, pastam, não fazem mal a ninguém, não chateiam, mas...são tão boas.
Por isso vou ter que separar as minhas amizades em amigos comestíveis e não comestíveis, um dia disseste-me que temos que saber separar os nossos amigos, em amigos da borga e amigos de verdade...olha...arranjei categorias novas.
ihihihih
bjos

Lita disse...

Amigos comestíveis e não comestíveis...
LOL
... é uma excelente maneira de colocar a questão! Vou adoptá-la!