sexta-feira, fevereiro 06, 2009

Da Beleza

E um poeta disse, "Fala-nos da Beleza."

E ele respondeu:
"Onde podereis procurar a beleza, e onde a encontrareis, a menos que ela própria cruze o vosso caminho e vos guie?
E como falareis dela a não ser que ela seja o artífice dos vossos discursos?"

O humilhado e o ofendido dizem,
"A beleza é compassiva e gentil. Tal como uma mãe tímida da sua própria glória, caminha entre nós."


E o apaixonado diz
"Não, a beleza é coisa de poder e temor. Tal como a tempestade, ela abala a a terra sob nós e o céu por cima de nós."


Os cansados e exaustos dizem,
"A beleza consiste em suaves murmúrios. Fala no nosso espírito. A sua voz ouve-se nos nossos silêncios como uma ténue luz que estremece com medo da sombra."


Mas o inquieto diz,
"Já a ouvimos gritar nas montanhas, e com o seus gritos ouviu-se o som dos passos, o bater das asas e o rugir dos leões."


À noite, os guardiães da cidade dizem,
"A beleza virá com a aurora do poente."


E ao meio dia os caminhantes dizem,
"Vimo-la debruçada sobre a terra nas janelas do pôr do sol."


No inverno dizem os que recolhem a neve,
"Ela virá com a primavera, saltando pelas colinas."


E no verão os ceifeiros dizem,
"Vimo-la dançar com as folhas do Outono e tinha pedaços de neve no cabelo."


"Todas estas coisas dissestes da beleza, no entanto, na verdade, não falastes dela mas de necessidades insatisfeitas, e a beleza não é uma necessidade mas um êxtase. Não é uma boca com sede nem uma mão vazia estendida, mas antes um coração inflamado e uma alma encantada. Não é a imagem que verieis nem o som que ouvirieis, mas antes uma imagem
que vedes embora fecheis os olhos, e uma canção que ouvis, embora tapeis os ouvidos. Não é nem a seiva na casca enrugada, nem a asa presa por uma garra, mas antes um jardim sempre em flor e um grupo de anjos sempre a voar. Povo de Orfalés, a beleza é a vida quando a vida desvenda o seu rosto sagrado.
Mas vós sois a vida e sois o véu.
A beleza é a eternidade a olhar-se ao espelho.
Mas vós sois a eternidade e o espelho."


Kahlil Gibran
OProfeta

8 comentários:

Andy disse...

Tão lindo! Bj

Ianita disse...

O bom de ter andado na faculdade, embora o curso não me sirva directamente para nada, foi ter alargado os meus horizontes. Foi ter conhecido pessoas e coisas que não conheceria...

Uma das coisas que conheci foi o "Diálogo dos mortos" de Luciano. Eram fantásticos... e há um exactamente sobre a beleza... sobre a glória... em que Aquiles admite ter feito uma má escolha quando escolheu uma vida breve, mas com glória, a uma vida longa na ignorância... E Helena... a bela... a mais bela mulher do Mundo... e que agora é apenas uma caveira.

Aconselho a quem conseguir encontrar isto... são textos maravilhosos.

Como é este que connosco partilhas. Obrigada!

Neptuna disse...

Lindo..

estava a precisar de palavras bonitas... como adivinhaste?? ;)

beijinho

Lita disse...

Andy, também achei... :)

Ianita, obrigada pelas informações magníficas... ;)

Neptuna, há coisas que não precisam explicar-se... :)

Maria Anjos Varanda disse...

A descrição da beleza depende sempre dos olhos que a olham.....

Muito bonito o texto....como sempre.

Bom fim de semana
Beijos

Lita disse...

Maria Anjos Varanda, eu diria que a beleza reflecte aquele que a vê... :)
Bom fim de semana...

Pjsoueu disse...

Lita:

A beleza eterna vive no olhar lindo da alma; O coração que bate acelerado dando mais luz ao teu olhar...

Não importa se foi ontem, hoje ou amanhã, atrás das rugas de expressão, na expressão de mais beleza na vida vivida:)

A beleza és tu..sou eu...quando vivemos a vida livres amando com verdade:)

beijos do Pj -

Lita disse...

Pjsoueu, bonito comentário... :)